O Affiliate Marketing ou Marketing de Afiliados é definido como uma espécie de trabalho colaborativo e de partilha, entre a marca e os seus parceiros “afiliados” que partilham conteúdo com o objetivo de gerar vendas para a mesma. Mas, em que consiste esta estratégia de Affiliate Marketing que ganha impulso no marketing das marcas? E como se diferencia do Marketing de Influência?

O que é o Affiliate Marketing?

O Affiliate Marketing consiste numa parceria colaborativa online. Por um lado, temos a marca ou empresa, produtora de bens ou serviços. Por outro lado, temos indivíduos ou empresas, criadores de conteúdo, com algum tipo de afinidade com a marca ou os seus produtos.

A ideia? Para as marcas trata-se de remunerar terceiros para promoverem determinados produtos através das suas redes e conteúdos, pagando-lhes uma comissão por cada venda efetivada. Para os afiliados, trata-se de rentabilizar a sua presença digital, fechando o funil de vendas para determinadas marcas ou produtos. E recebendo uma percentagem previamente acordada sobre a venda de cada produto. Para ambas as partes, é claramente uma situação em que lucro gera lucro.

« Para ambas as partes, é claramente uma situação em que lucro gera lucro. »

Como funciona o Affiliate Marketing?

É um método circular que assenta em 4 pilares principais. O afiliado é desafiado a promover um ou mais produtos da marca para a qual está a trabalhar. Para tal pode utilizar um website, um blog, as suas redes sociais, etc, onde publica juntamente com o conteúdo que criou, um call-to-action para o produto ou marca. De seguida, os clientes ou potenciais clientes vão ser direcionados através do mesmo para um espaço de venda. Caso convertam este call-to-action em venda efetiva, o afiliado recebe uma comissão do lucro que foi gerado pela venda.

O Affiliate Marketing é assim uma forma de revenue share entre criadores de produtos no universo físico e criadores de conteúdo no universo virtual. Mas em que difere do marketing de influência?

« É assim uma forma de revenue share entre criadores de produtos no universo físco e criadores de conteúdo no universo virtual

Em que diferem e convergem o Affiliate Marketing e o Influencer Marketing?.

Ambos utilizam criadores de conteúdo na sua base. Ambos procuram trabalhar com uma comunidade de influenciadores ou de afiliados. Ou seja, criadores de conteúdos com uma audiência em linha com os objetivos e perfil da marca, com quem nutrem uma relação de confiança ou pelo menos sobre os quais têm algum tipo de influência. E last but not least, em ambos os casos, recomenda-se que cada campanha seja desenvolvida de forma colaborativa por forma a se respeitar o framework da marca e a qualidade dos conteúdos (que vêm prolongar e complementar os da marca).

O que os distingue então? O marketing de influência trabalha ao nível da perceção. Pode ajudar a criar awareness, a reforçar a imagem da marca e fornecer recomendações e opiniões que podem solidificar a confiança entre o seu publico e a marca, e indiretamente contribuir para fechar o circulo de vendas. Cada campanha deve ser executada de forma genuína e não intrusiva. E, salvo exceções, não há um call-to-action direto em termos de vendas. O influencer é remunerado em função do conteúdo que cria e não dos resultados efetivos em termos de vendas.

Por sua vez, o marketing de afiliados trabalha a ação. Tem como objetivo claro a geração de leads e a sua conversão efetiva. O afiliado é remunerado apenas quando converte uma venda e, sobretudo, sempre que o faz. O propósito é claro e estamos perante uma win-win situation. Esta estratégia, baseada em desempenho/resultados, motiva o afiliado a promover e dar a cara da melhor forma pela sua marca. A marca vê a sua audiência alargada, o afiliado participa na customer journey da mesma criando novas experiências através dos seus conteúdos e as métricas de desempenho são claras: vendas efetivas.

« O marketing de influência trabalha a perceção. O marketing de afiliados trabalha a ação. »

E agora: Affiliates or Influencers?

Ambas as estratégias têm o seu espaço próprio no digital. O facto é que empresas tais como os marketplaces apostam cada vez mais no marketing de afiliados. E que esta é uma ferramenta em pleno crescimento, em todas as áreas de negócio, seja B2B ou B2C. Mas como qualquer ferramenta, tem os seus pros e os seus contras. Os seus fãs e os seus detratores. Da mesma forma que o marketing de influência.

Tal como não devemos pôr todos os ovos num mesmo cesto, também é importante diversificar os objetivos que fixamos às campanhas que desenvolvemos no digital. E as formas de colaboração que nutrimos com os diversos criadores de conteúdos, que todos os dias reinventam o universo virtual.

« Esta é uma ferramenta em pleno crescimento, em todas as áreas de negócio, seja B2B ou B2C. »

E justamente, estamos aqui para o ajudar em mais este desafio. Somos early adopters. Trazemos valências e experiência de ativação de marca do universo real para o universo digital. E é com uma visão omnichannel que atuamos para amplificar a presença da sua marca, no universo digital, e mais além… Descubra como o podemos ajudar. Fale connosco: marketshow@marketshow.pt.

#affiliatemarketing #influencermarketing #socialmediamarketing #digitalmarketing #brandactivation #marketing #happybrands #changeyourmindset #happypeople #happytalents #marketshow #wemakeithappy

Subscreva aqui a nossa newsletter semanal ou receba a versão audio, enviando SUBSCREVER, por WhatsApp: (+351) 911 105 495

How interesting was this post?

Click on a smiley to rate it!

Average rating 4.8 / 5. Vote count: 16

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not interesting for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?