Como melhorar a shopper experience em tempos de pandemia?

#Throwback Halloween 2019: shop-in-shop brand activation

Há um ano atrás estávamos em plena azafama na preparação das ativações de Halloween. Não eram daquelas ações muito complexas, mas sim das que necessitam de alguma criatividade, experiência de terreno, planeamento ao pormenor e dedicação.

Encenávamos uma shop-in-shop brand activation, encomendada à ultima da hora. Era preciso reunir talentos. Alocar equipas a diferentes lojas, para entrarem em cena ao mesmo tempo. Enviar materiais de um lado para o outro, com produções e montagens em tempo record, briefings, telefonemas atras de telefonemas para garantir que tudo corria bem. Ou seja business as usual… Nada nos dá mais “gozo” do que o desafio de montar experiências relevantes e atrativas em tempo record e garantir que cada interação é inesquecível.

A nossa receita para o Halloween 2019? Decorações temáticas para uma experiência convincente. Montras vivas, modelos maquilhadas de feição e fardas fashion para uma encenação perfeita. Tatuagens temporárias, morangoskas, operador de video para o habitual making-off, telemóveis a postos para as partilhas e promotoras sorridentes que vestem a camisola. Porque há que ser feliz naquilo que se faz!

E em tempos de pandemia: como (e porque) melhorar a shopper experience?

Acarinhar os clientes que se deslocam às lojas físicas é, mais do que nunca, relevante. Primeiro é uma oportunidade de venda que há que maximizar. Segundo é uma oportunidade de interação direta que permite reforçar laços de uma forma que o digital dificilmente consegue reproduzir. E isto é tão ou mais relevante que, nesta altura, estamos já, em plena azafama de Natal.

1. A Equipa. Ter uma equipa de vendas motivadas é o primeiro passo. Os ingredientes são sempre os mesmos: o sorriso (sim mesmo debaixo de uma mascara consegue-se perceber), a simpatia e, mais do que nunca, a eficácia, pois há gente à espera. E se for uma marca com espaço de venda numa loja, este é certamente o momento para ter uma promotora dedicada, sempre que as limitações de espaço o permitirem.

2. O estilo. A forma como a sua equipa se apresenta diz muito sobre a sua marca. Por baixo da mascara está o sorriso, mas porque não apostar em mascaras que façam elas próprias sorrir? E complementar as fardas com um acessório temático ou um elemento motivacional impresso na própria farda. Quantas vezes não partilha nas redes sociais ou faz like numa frase motivacional. Com alguma criatividade, é possivel trazer motivação, empowerment e reconforto para o espaço de loja.

3. As montras. O poder de atração das montras é um dado adquirido. Porque não ir para além da simples decoração temática e optar por uma montra viva. Ou integrar no espaço de montra (dentro ou fora do mesmo) um elemento de interatividade como um GIF Booth. É perfeitamente COVID-safe e permite a quem faz compras a solo partilhar a experiência com amigos. E por favor, acabem com as fitas de sinalização vermelhas e brancas: uma loja não é uma danger zone e há outras formas de gerir a circulação que não lembrem a todos o estado de pandemia. Material e ativação de ponto de venda precisam-se portanto.

4. As filas. São hoje em dia incontornáveis. No entanto são também uma oportunidade de interação com os produtos, a marca e a loja. Uma montra viva, um ecrã interativo, um GIF ou PhotoBooth podem aligeirar os tempos de espera e criam empatia com a marca. Uma ativação de marca respeitadora das restrições atuais, uma oferta, um catálogo para ir folheando, separadores de acrílico brandizados são opções a considerar. Cada caso é um caso. Veja o que melhor se adapta à sua realidade. Pois é mais importante do que nunca, tornar a shopping experience o mais feliz e positiva possível nestes tempos perturbadores.

#Back to the future

Todos nós precisamos de um sentido de alguma normalidade, quanto mais não seja quando vamos às compras. Com o Natal à porta, é importante conseguirmos reinventar a experiência de vendas no futuro normal, em prol de uma economia mais florescente e de um mundo mais feliz.

Este ano, fica a imagem e as memórias de um Halloween 2019 com bom gosto e estilo, ao qual demos vida, demos cara e demos alma. Porque é desta forma que fazemos tudo: com muita alma! É assim que termino os meus briefings e também como hoje me despeço: sejam felizes e façam pessoas felizes. Happy Shopping! Happy Halloween!

Daniela Adrião Filipe – Life Enthusiast – Happy Head Of Events & Experience since 2013

#weareback #celebratethenewnormal #experientialmarketing #instoreactivation #shoppingexperience #brandactivism #digitalmarketing #phygitalbrandactivation #changeyourmindset #thinkpositive #thinkousitethebox #happypeople #happytalents #happybrands #wemakeithappy #marketshow

How interesting was this post?

Click on a smiley to rate it!

Average rating 0 / 5. Vote count: 0

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not interesting for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?