LIVE COMMERCE – o novo canal de criação de valor para as marcas

Ao combinar compras imediatas, interação direta com o consumidor final e entretenimento, o LIVE COMMERCE proporciona às marcas uma nova experiência de vendas online com um enorme potencial de criação de valor.

E esse potencial parece tão grande que o LIVE COMMERCE tem crescido, exponencialmente, desde que arrancou em força nas plataformas digitais chinesas em 2016 a uma taxa composta (CAGR) de mais de 280 por cento, entre 2017 e 2020, afirmando-se como um canal digital de vendas estratégico, já utilizado por cerca de dois terços dos compradores online, e que se estima vir a concretizar este ano, cerca de 20% das vendas online naquele mercado.

Deste lado do mundo, o LIVE COMMERCE começa a dar os primeiros passos.

As primeiras experiências mostram o mesmo potencial de sucesso! E assim, com base na experiência da China, a Mckinsey estima que as vendas geradas pelo Live COMMERCE possam vir a representar de 10 a 20 por cento de todo o Ecommerce até 2026, com cada vez mais marcas em todos os setores e mercados a apostar neste canal emergente.

Mas afinal, o que é o Live COMMERCE e como cria valor?

O LIVE COMMERCE é um novo formato de vendas e de conexão com consumidores, que vem preencher a lacuna entre a experiência de vendas online rápida e eficiente e a experiência de vendas sensorial e personalizada da loja física.

Experiencial “como conceito” foi até agora, invariavelmente, associado ao mundo físico. Mas a tecnologia está a reescrever as regras da experiência e a garantir que mesmo num interface digital a compra e venda seja experiencial. O LIVE COMMERCE é um exemplo dessa capacidade.

Ao aproximar os consumidores da experiência das compras ao vivo, nomeadamente o poderem interagir, reagir e obter respostas através de um chat e botões de reação, ou assistir a demonstrações sobre os produtos, feitas por especialistas ou influencers populares sem que tenham de sair de casa, as empresas reforçam as suas oportunidades de venda.

O Live COMMERCE acrescenta às compras online o efeito especial “imediatismo”, com o elemento “ao vivo” a criar no consumidor-espectador uma sensação poderosa de imediatismo espacial – sentimos que estamos realmente lá, no momento, e não atrás de um ecrã e essa sensação não desperta só o interesse do consumidor potencial, mas comprova-se que provoca forte impulso de compra.

As primeiras experiências reportam taxas de conversão em Live COMMERCE de 31%, ou seja, até dez vezes superiores às do e-commerce tradicional. Para tal, também ajuda os consumidores passarem cerca de 13 minutos a assistir às sessões de Live COMMERCE, comparativamente com os cerca de 5 minutos de tempo de visita nas lojas online! (fonte: plataforma líder live commerce na Europa).

Estes indicadores demonstram que para além do aumento imediato da conversão, a aposta no Live Commerce permite às marcas reforçar relacionamento e experiência de marca, fortalecendo o seu posicionamento entre os clientes atuais.

Num ambiente de compras digitais, ter um rosto por trás de um produto, ou poder ver alguém real utilizá-lo, ajuda a construir a confiança fundamental no consumidor e aumenta a probabilidade de experimentação. E quanto mais familiarizadas as pessoas se sentirem com uma marca, maior será também a probabilidade de voltarem a ela e se tornarem clientes para toda a vida.

Para além do aumento da conversão e life time value, o LIVE COMMERCE permite aumentar o nível de conhecimento sobre os consumidores e compreender melhor o que desejam.

Com um nível de interação de cerca de 24 por cento no chat, durante uma sessão de LIVE COMMERCE pode aprender-se muito ouvindo os consumidores e obter-se feedback imediato sobre os produtos. Não gostam do material? O design não é inspirador ou trendy? Seja qual for o motivo, as empresas podem facilmente obter informações vitais que, de outra forma, teriam que gastar tempo e dinheiro a descobrir com estudos ou análises de atendimento ao cliente. Saber o que os clientes desejam ajuda as empresas a entender a procura, e permitir que antecipem ou adaptem rapidamente para adequarem melhor a sua oferta ao mercado.

O LIVE COMMERCE é também uma ferramenta estratégica para criar diferenciação e para atrair novos consumidores, em particular os mais jovens, e mais difíceis de conquistar, que procuram formatos e experiências de compra online inovadoras.

As categorias de produtos que mais têm apostado em Live Commerce são a moda, os produtos de beleza, produtos alimentares, mobiliário e decoração de casa, e eletrónica, mas em todos os setores existem experiências de sucesso e marcas que já fizeram do Live Commerce um canal estratégico de vendas.

Live Commerce bem executado desde o primeiro minuto

Embora o LIVE COMMERCE ainda seja um formato emergente, há um conjunto de boas práticas que ajudam as marcas a utilizar este canal com eficácia e a potenciar o retorno desde o primeiro evento.

O formato de LIVE COMMERCE deve ser o mais adequado ao produto ou serviço e estratégia de venda. Existem dois formatos base de LIVE COMMERCE:

One-to-Many (live video shopping) – uma transmissão ao vivo, em datas e horários pré-definidos, com presença de especialistas ou influenciadores (KOL ou KOC) para apresentar o produto, interagir com o público e ativar vendas. Existe a possibilidade de participação de milhares de compradores em simultâneo.

Ideal para produtos de mass market.

One-to-One (personal shopping) – uma sessão de vendas assistida, realizada por um especialista ou embaixador da marca, totalmente personalizada, com marcação prévia em data e horário definidas, para um ou mais compradores que solicitaram essa marcação.

Ideal para produtos complexos ou de luxo.

O foco deve ser colocado na conquista de novos Clientes, já que o LIVE COMMERCE é ideal para captar novos clientes. É importante notar que muitos compradores por impulso são compradores ocasionais. Mas para garantir que se atraem os segmentos de consumidores mais relevantes para a marca, é fundamental conhecer de antemão quem são, o que é importante para eles e os triggers que chamam a sua atenção.

Criar uma experiência de entretenimento de qualidade reforça o potencial de retorno. Independentemente do formato, os eventos de maior sucesso apresentam níveis de produção elevados em fotografia, iluminação e som, assim como, elementos interativos, como jogos, questionários e brindes para manter os espectadores envolvidos e entretidos, o que reforça a sua predisposição a comprar. Muito relevante é também a escolha do especialista/ influenciador, a sua capacidade de interação e persuasão e a capacidade de controlar a audiência durante a transmissão. A não esquecer que os compradores apenas voltam se tiverem tido uma boa experiência.

Escolher uma boa plataforma tecnológica de Live Commerce para hospedar o stream, e que garanta uma boa qualidade de transmissão e uma integração fácil com as funcionalidades de ecommerce e social media da marca. Existem no mercado vários tipos de soluções, com diferentes graus de customização que é necessário adaptar aos objetivos de cada marca e evento de Live Commerce.

Há ainda que ter em consideração o tipo de data que a plataforma é capaz de gerar, quer ao vivo quer em backoffice, de modo que a marca possa incorporar e utilizar essa informação de forma proativa para concretizar resultados. O modelo operacional de LIVE COMMERCE deve ser flexível o suficiente para agir rapidamente com base em dados.

Depois de um programa, por exemplo, é possível enviar um link com a gravação do programa para um espectador que assistiu por apenas 20 segundos, ou oferecer a alguém que assistiu dez minutos um desconto para converter o seu interesse numa compra? Ter esse grau de flexibilidade requer uma boa biblioteca de conteúdo, planos de ação e critérios de oferta claros e uma mentalidade de “melhoria contínua”.

Finalmente o Marketing. Como qualquer evento, uma boa estratégia e investimento de marketing potencia o desempenho. Para maximizar a audiência e as visualizações, é crucial adotar uma abordagem omnicanal, alertando o público-alvo sobre um próximo programa através de múltiplos canais disponíveis: newsletters, e-mails, sites, apps, social media, etc.

A sua empresa está pronta para capitalizar neste canal ganhador de vendas online?

Com um potencial tão grande, a questão não é se o LIVE COMMERCE irá revolucionar o setor das vendas online, mas sim quando.

O vídeo é o meio mais poderoso para as pessoas sentirem emoção e conexão. A possibilidade de ver e ouvir outras pessoas num ecrã traz-nos mais perto da experiência de estarmos fisicamente presentes. Poder oferecer entretenimento, interação e compra, em simultâneo num ecrã, é um momento de viragem nas vendas digitais.

As empresas ganhadoras consideram novas abordagens um investimento. Com o e-commerce a ganhar tração no mercado, conceitos como o LIVE COMMERCE oferecem oportunidades para as marcas inovarem, criarem histórias mais interessantes e mais vendas.

Antecipe a próxima vaga de revolução nas vendas online e construa vantagem de first mover sustentável!

Casamos marcas e oportunidades. Somos early adopters. Trazemos valências e experiência de ativação de marca do universo real para o universo digital. E é com uma visão omnichannel que atuamos para amplificar a presença da sua marca, no universo digital, e mais além… Descubra como o podemos ajudar a aventurar-se hoje mesmo, no universo do Live Shopping. Fale connosco: marketshow@marketshow.pt

Agradecimentos. Este artigo foi escrito por Teresa Moreira – Partner at thethinkerteks, o nosso parceiro de LIVE Ecommerce

Terea Moreira – Gestora com experiência em múltiplos setores: Bens de Grande Consumo (Unilever e Mars), Banca (Banco BPI), Media e Entretenimento (Playstation e distribuição de filmes de Grandes Estúdios), Retalho (Multi- Centros Comerciais) em posições de liderança em Marketing, Desenvolvimento de Negócio e Estratégia e Inovação. É atualmente membro da direção da ACEPI – Associação da Economia Digital. Tem uma Pós-Graduação em Gestão e Sistemas de Tecnologia de Informação NOVA IMS, Foundational Series Singularity University, Strategy for the Age of Digital Disruption INSEAD, Hello Design Thinking e Storytelling for Influence (IDEO), House of Beautiful Business Residencies.


#liveshopping #ecommerce #ecommercelive #changeyourmindset #digitalmarketing #brandactivation #marketing #happybrands #happypeople #happytalents #marketshow #wemakeithappy #thetinkerteks

How interesting was this post?

Click on a smiley to rate it!

Average rating 4 / 5. Vote count: 1

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not interesting for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?