No último ano tudo foi levado para um processo de aceleração e adaptação. Mudaram-se as estratégias de atuação das marcas e empresas. Mudaram-se os processos de compra e venda. Houve o crescimento acelerado do Live Shopping. Pessoas que nunca tinham feito uma compra online (porque pensavam ser arriscado) tornaram-se consumidores fiéis do e-commerce. Este ano, estima-se que 2.14 milhões de consumidores vão realizar compras online.

Consequentemente, foram aprimorados recursos tecnológicos para garantir a melhor costumer journey. O Live Shopping virou tendência para a criatividade e inovação das marcas. Hoje, olhamos para esta tendência como o revitalizar do e-commerce, onde a mistura do entretenimento com compras instantâneas oferece uma enorme margem para a criação de valor.

It’s showtime! Será o Live Shopping o futuro do e-commerce?

 

O que é o Live Shopping?

A forma mais prática de definirmos Live Shopping é como sendo a junção de compras através da internet, com as lives já bastante apreciadas por todos. Ambos são conceitos que entraram na rotina de todas as pessoas no último ano. É uma estratégia para gerar entretenimento, divulgar e vender produtos através de transmissões ao vivo, nas redes sociais ou em plataformas dedicadas.

Nestes momentos, a marca divulga os seus produtos para uma alargada audiência (sem limites de visualizações em simultâneo), esclarecem dúvidas dos consumidores em tempo real e orientam todo o processo até ao momento efetivo da compra. Momento esse que pode ser concluído mesmo durante a live. O Live Shopping combina interação entre público e marca, compra instantânea e reação ao momento. Mais do que uma compra online, é a renovação do mercado e a adaptação ao universo atual que exige contacto ao momento, ao vivo e a cores, em tempo real.

“É uma estratégia para gerar entretenimento, divulgar e vender produtos através de transmissões ao vivo, nas redes sociais ou em plataformas dedicadas.”

Live Shopping | O valor acrescentado para marcas e público

O Live Shopping é o modelo mais próximo de criar uma experiência de compra semelhante ao contacto presencial. Nos dias de hoje, não nos cansamos de referir que o que mais impacta o consumidor é a experiência que o mesmo tem com a marca. E esta exposição através das lives traz algo de valor para ambos os lados. Ajuda a construir consciência de marca, reconhecimento e consolida a presença no mercado. Para além de tornar o consumidor mais seguro do contacto que está a manter e mais segurança em relação ao produto/serviço. E na prática como isto se verifica?

  • Aceleração das conversões:

O Live Shopping é uma forma não só de gerar vendas, como também de entretenimento. É divertido e imersivo, o que prende a atenção do público durante mais tempo do que uma loja de e-commerce comum. Muito do potencial das lives é o facto de sensibilizar para a compra do produto que está a ser demonstrado. E aqui, muito pode ser explorado para acelerar a conversão de cada consumidor. Técnicas de tempo limitado como cupões de desconto únicos, promoções flash, ou garantias exclusivas para quem finaliza a compra por aquele meio. A taxa de conversão em Live Shopping é de 30% mais do que no comércio eletrónico convencional. O consumidor desperta automaticamente o sentimento de necessidade e urgência em não perder aquela oportunidade de compra.

  • Mais atratividade e diferenciação para a sua marca:

As lives são a grande atratividade deste ano. Com o Live Shopping vai conseguir ampliar a sua audiência e aumentar o tráfego para a sua marca. É uma excelente forma de dar nova vida ao e-commerce e atrair novos consumidores, para além de reforçar o posicionamento da marca junto do público. E tal como já se torna hábito, o facto de não ser necessária deslocação física nem digital por várias páginas. É tudo feito e acompanhado ao momento e no mesmo espaço de interação. E isto, é o ideal nas jornadas de compra da maioria dos targets.

“O Live Shopping é o modelo mais próximo de criar uma experiência de compra semelhante ao contacto presencial.”

E porque devemos considerar o Live Shopping numa estratégia de Marketing Digital?

Respondemos agora à pergunta inicial. O Live Shopping é o futuro do e-commerce. Não um futuro único e de hipótese exclusiva, mas um futuro altamente complementar de uma estratégia de marketing digital. Enquanto marketers devemos acompanhar tendências, estudos, novos conceitos e modelos para garantir a melhor adequação de cada marca ao mercado. E o Live Shopping não é exceção. É a melhor das interações de compra com o público-alvo. A mais atual e concisa às necessidades e estilos de vida do consumidor de 2021 e mais além… E porque o devemos considerar numa próxima estratégia de marketing? Porque é o reavivar do e-commerce na sua (nova) forma.

1. Incentivo ao engagement: O Live Shopping é como uma conversa mais informal entre marca e consumidores. Parece informal quando é realmente bem planeada. Porque como em todas as ferramentas de comunicação é necessário definir estratégias de marketing para alcançar objetivos propostos, mas que aos olhos do consumidor não sejam intrusivas. Este formato incentiva à participação da audiência, que se quer sentir como parte envolvente da marca e acarinhada a 100%. E como todos sabemos, a interação por detrás de um ecrã é muito mais fácil para os consumidores que querem colocar as suas dúvidas ou partilhar os seus feedbacks.

2. Maior alcance de forma orgânica: Esquecemos por momentos os posts pagos ou os vídeos promocionais patrocinados. Não há melhor alcance do que o orgânico, onde o conteúdo das lives traz por si só novas audiências interessadas. O público que está ali, está por vontade própria. Não houve comunicações intrusivas nem chamadas de atenção desapropriadas. Para além de que conteúdos em vídeo já representam o formato com maior taxa de alcance orgânico, as lives superam qualquer desses resultados. Utilize o Live Shopping a favor da sua marca.

3. Experiência semelhante ao contacto físico: A tendência de compras online é real, mas ainda assim há pessoas que procuram um atendimento personalizado, e que optam por procurar a loja física de uma marca. É importante conseguir demonstrar que o Live Shopping junta o melhor de dois mundos. É pratico fazer compras sem sair de casa e é fácil interagir com a marca ao momento e ter respostas personalizadas às questões do consumidor. A relação conseguida em ambiente digital pelas lives é semelhante ao contacto físico em loja.

4. Facilita todo o processo de compra do consumidor: Sabemos que a costumer journey de cada pessoa passa por muitas fases diferentes até realmente chegar à decisão final. Existe a etapa de pesquisa pelo produto/serviço, a ponderação em realizar a compra, a comparação com outras marcas e produtos ou serviços semelhantes… Com o modelo de Live Shopping todo o processo é ágil e direto, a marca acompanha cada consumidor desde a intenção de compra até à finalização do pagamento.

5. Comunicação que pode ser aliada ao Influencer Marketing: Os influenciadores são como “guias” de comunidades de uma marca. Os seus seguidores seguem o seu exemplo, as suas tendências de compra e optam muito pelas marcas da preferência dessas personalidades. No Live Shopping podemos aliar duas ferramentas. Comunicar ao vivo pela marca, mas convidar personalidades para reforçar as suas vendas.

“O Live Shopping é o futuro do e-commerce. Não um futuro único e de hipótese exclusiva, mas um futuro altamente complementar de uma estratégia de marketing digital.”

O futuro do e-commerce para a estratégia da sua marca | Como implementar?

O futuro do marketing das marcas passa pelo Live Shopping. Por todas as razões e vantagens já mencionadas e sobretudo pelo crescimento que tem demonstrado a nível mundial.

Em primeiro lugar, é preciso detalhar um plano de marketing e vendas que passe pela comunicação em streaming. Nesta fase há que estabelecer objetivos, definir datas de Live Shopping para as planear e escolher influenciadores (ou não) que mais façam sentido à marca.

De seguida é importante que conheça a sua audiência. E neste modelo de contacto com transmissão em direto é ainda mais benéfico conhecer de modo aprofundado o seu público-alvo. Para quem vai comunicar, a forma como o vai fazer e que assunto/produto mais vantagens vai trazer à sua marca durante o Live Shopping.

Uma última fase antes de entrar com a sua marca em direto é a escolha da plataforma. A evolução tecnológica tem vindo a desenvolver ferramentas de streaming em quase todas as plataformas ou redes sociais. O vídeo é valorizado. A interação em tempo real é valiosa. A escolha deve assentar naquela que vai tornar possível cumprir os objetivos e que mais se adequa à sua marca. Mas tenha em mente 3 ideais: segurança de dados pessoais, integração com o seu e-commerce, e facilidade de compra para otimizar a experiência do consumidor.

É tempo de entrar em palco! De colocar a sua marca em modo “on”. De fazer do Live Shopping Experience o ponto alto deste ano de 2021. Corresponda ao futuro e entre na experiência.

E justamente, estamos aqui para o ajudar a dar vida à sua marca através do Live Shopping. Aliando ferramentas, oportunidades e talento. Somos early adopters. E é com uma visão omnichannel que atuamos para amplificar a presença da sua marca.

Descubra como o podemos ajudar. Fale connosco: marketshow@marketshow.pt

#liveshopping #marketingtrends #digitalmarketing #ecommerce #happybrands #marketing #lives #happypeople #happytalents #marketshow #wemakeithappy

How interesting was this post?

Click on a smiley to rate it!

Average rating 5 / 5. Vote count: 1

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not interesting for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?