Nove em cada dez portugueses preferem produtos, empresas e marcas sustentáveis. A relação entre marcas e sustentabilidade tem sido bastante reforçada no último ano. Alterações comportamentais, de produção, de decisão. A palavra sustentabilidade suporta também o comportamento humano, pela capacidade de satisfazer necessidades de hoje sem comprometer o amanhã: “Interagir com o mundo, preservando o meio ambiente”, protegendo e fazendo o melhor para as gerações futuras.

E porque as marcas são feitas por pessoas, também elas alteraram o seu comportamento. Alteraram os seus valores, a sua missão e as suas tomadas de decisões E as suas ações de marketing, para o “green marketing”. E tudo isto não é tendência. É a inovação dos processos e do ser humano.

Conhece o verdadeiro significado de Green Marketing?

Hoje, damos-lhe a conhecer um pouco mais sobre o significado desta nova forma de marketing. Em específico, sobre o marketing através de políticas sustentáveis e com processos amigos do ambiente. Muitas das vezes, falamos sobre opções sustentáveis e mudanças nos hábitos de consumo, mas é necessário compreender realmente as implicações que o conceito tem. Deixar de ser um termo sem sentido, para ser o nosso guião de marketing.

O Green Marketing é o processo de promoção de produtos ou serviços com base nos seus benefícios ambientais. Conseguir um marketing sustentável pode partir do produto/serviço em si ou de procedimentos de produção e/ ou internos da empresa, sendo que a preocupação ambiental deve ser um meio para atingir um fim: um mundo melhor.

A nova forma de “marketing verde” é indispensável nas empresas atuais, que procuram assegurar uma reputação acima da média e manter a atratividade de consumidores. Podemos definir este formato de marketing como sendo todas as atividades e processos da customer journey que incentivem ao consumo consciente e eco-friendly.

“O Green Marketing é o processo de promoção de produtos ou serviços com base nos seus benefícios ambientais.”

Novos padrões de consumo | Mudanças comportamentais e organizacionais

Nos dias de hoje, vemos uma mudança clara na preocupação comportamental dos consumidores, e nas consequências ambientais a longo prazo que esse comportamento pode trazer. O consumidor atual mudou a sua maior preocupação na customer journey. O preço deixou de ser a condição principal sendo que a preocupação com o lado sustentável da marca tem vindo a crescer.

Por outro lado, a diferença faz-se também nas experiências que as marcas desenvolvem para reforçar os seus laços com o consumidor. Para as marcas, trata-se de criar experiências, ações e interações conscientes e ecológicas. E sobretudo, em prol de um mundo melhor. Mas quais são estas ações que permitem cumprir a obrigação de cidadania e responsabilidade social e ambiental?

“…criar experiências, ações e interações conscientes e ecológicas, e sobretudo, em prol de um mundo melhor.”

Agregar experiência, criatividade e talento no seu lado sustentável

O marketing sustentável passa a ser praticamente, uma obrigatoriedade no mercado atual, e pode e deve incluir:

– Ver refletidas as suas preocupações e mudanças para com o meio ambiente, nos produtos e serviços comercializados.

– Optar por processos de produção e procedimentos mais amigos do ambiente.

– Substituir a missão de geração de lucro como fonte principal, para a captação de consumidores através do fator sustentabilidade.

– Incentivar equipas, empresas, consumidores ao consumo consciente e benéfico ao meio ambiente.

– Atuar junto do seu público, através de ativações sustentáveis e a ajuda de parceiros também eles com pensamento ecológico, que captem e prendam o interesse e reconhecimento de consumidores pela marca.

Pois nada impede que ações e ativações possam ser igualmente genuínas e impactantes, embora com uma consciência diferente!

Ações sustentáveis e conscientes em prol do ambiente

O Tottenham Hotspur Football Club tem agora um ‘Parceiro Oficial de Tecnologia de Energia Sustentável (Bateria)” na forma da VivoPower. Para obter este título, este fornecedor de energia sustentável, comprometeu-se a fornecer material tecnológico ao Tottenham (como baterias e painéis solares) que lhe permitirão acelerar o seu objetivo de neutralidade carbónica.

O Comité Olímpico Internacional e a Airbnb celebraram uma parceria construída em torno de viagens sustentáveis.

A Amazon fechou um acordo com a KeyArena de Seattle, para que a mesmo fique conhecida como a Climate Pledge Arena, como parte de um projeto para criar o primeiro estádio do mundo a atingir a neutralidade carbónica.

Em Itália, o AC Milan estabeleceu parcerias com empresas de transportes para desenvolver ativações centradas na sustentabilidade. O mesmo clube alargou recentemente a sua parceria “a mobilidade torna-se verde” com a Avis Itália, que fornecerá uma frota de veículos híbridos e elétricos para o clube, bem como o co-desenvolvimento de “conteúdo emocional” destinado a promover junto dos adeptos do clube “mensagens-chave em torno do conceito de sociedade eco-sustentável”.

O marketing verde está a ganhar todos os setores e nomeadamente a mudar a natureza dos patrocínios, sejam eles desportivos ou outros. E se iniciativas como a do clube inglês são ainda raras a verdade é que as oportunidades de patrocínios e parcerias comerciais nas indústrias do lazer e do entertainment vão incluir cada vez mais elementos de sustentabilidade ou serão construídas especificamente em torno da proteção ambiental e da ação climática.

Ativar de forma genuína e verde

Para além de mudanças internas e de fundo, é importante que as marcas apostem desde já em ativações alternativas, que completem os seus objetivos da sustentabilidade. Não há que hesitar portanto em apostar no digital ou híbrido para ativar determinados públicos, no reciclado ou reciclável para marcar presença num evento e em desenvolver interações que promovam na ideia, na forma ou na operacionalização, a economia circular e a neutralidade carbónica e/ou que sejam globalmente mais amigas do ambiente.

O green marketing desperta a criatividade, obriga a pensar fora da caixa de marketing, faz renascer ideais e relembra regras de consciencialização e proteção do meio ambiente. E  sobretudo está irreversivelmente a estender os seus tentáculos ao longo de toda customer journey  e a todos os sectores de ativação.

“Em cada passo ajudamos marcas a deixarem a sua pegada ambiental, porque cada marca procura ir ao encontro da (nova) expetativa do cliente.”

E justamente, estamos aqui para o ajudar a desenvolver ativações mais sustentáveis e socialmente responsáveis. Somos early adopters. Trazemos valências e experiência de ativação de marca do universo real e do universo digital. E é com uma visão omnichannel que atuamos para amplificar a presença da sua marca, em prol de um mundo melhor.

Descubra como o podemos ajudar. Fale connosco: marketshow@marketshow.pt

#sustainability #marketing #changeyourmindset #digitalmarketing #virtualmarketing #happybrands #marketingtrends #happypeople #happytalents #marketshow #wemakeithappy

How interesting was this post?

Click on a smiley to rate it!

Average rating 4.5 / 5. Vote count: 2

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not interesting for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?