Nestes tempos tão atípicos. em que o confinamento e o teletrabalho têm contribuído para alguma desumanização, desgaste e cansaço das pessoas, é importante proporcionar a clientes, parceiros e colaboradores, experiências verdadeiramente diferentes e agregadoras.

Momentos partilhados e ao mesmo tempo intimistas, que reforçam o sentido de equipa, o sentimento de pertença e a cultura da marca ou empresa que os proporcionam.

E as masterclasses podem ser isso mesmo: momentos agregadores, humanos e enriquecedores. Neste sentido são um elemento a não descurar no marketing mix em termos de team building, employer branding ou affiliate programs.

Masterclasses | O que são masterclasses

As masterclasses vão muito para além de dar acesso a conteúdo informativo fiável ou a entretenimento de qualidade.

Uma masterclass é por definição uma aula (class) dada por um especialista (master) no tema que está a ser abordado.

Nos últimos tempos, no âmbito da economia de criadores que floresceu no universo digital, foram vários os profissionais que criaram e partilharam cursos online. Passando conhecimento, debatendo ideias e construindo um ambiente de partilha e aprendizagem.

Mas atenção, nem todas as iniciativas online são masterclasses. As masterclasses distinguem-se de outras propostas digitais, como os webinars, pelo facto de oferecerem:

  • Conteúdo mais específico e personalizado;
  • Interação real, ainda que em maior ou menor grau, consoante o número de participantes;
  • Imersão, no sentido que é uma experiência participativa e que se pretende enriquecedora.

« As masterclasses oferecem conteúdo especifico e personalizado, interação real e imersão. »

Masterclasses | Para que servem e como funcionam

Uma masterclass pode ser uma ferramenta poderosa para juntar pessoas e equipas, e reforçar a sua coesão numa altura em que o teletrabalho é ainda de atualidade e que se mantêm regras de distanciamento e de limitação à interação física, ditadas ou impostas, pelo bom senso, pela vivência de cada colaborador e pela evolução da situação pandémica.

A quem se podem destinar? A colaboradores de uma empresa, a parceiros ou recomendadores e até a clientes, enquanto que experiências que complementam a sua customer journey.

Uma masterclass funciona como uma ação de team building, mais ou menos abrangente, que mistura DIY com dinâmicas de grupo, num ambiente que conjuga elementos virtuais e presenciais. O seu objetivo é de contribuir para reforçar:

  • a coesão de pessoas e equipas,
  • o sentimento de pertença (ou de identificação com uma marca ou empresa) e
  • canalizar energias para um objetivo comum.

Nesse sentido, uma masterclass não pode ser demasiado normativa. Tem de estimular a criatividade, integrar elementos de playfulness e envolver um projeto ou objetivo comum. E abordar temas abrangentes e ao mesmo tempo agregadores, que podem ser tão dispares como o coaching, o gaming a cozinha, o mindfulness, o styling, a mixologia ou ainda o tiktokking.

« Uma masterclass pode ser uma ferramenta poderosa para juntar pessoas e equipas e reforçar a sua coesão. »

Masterclasses | A receita do seu sucesso

Uma masterclass deve sempre ser um processo de co-criação entre que os organizadores da mesma e a empresa ou marca que a contrata.

Na sua base, é um esqueleto complexo que exige planeamento, estrutura e equipa:

  1. Planeamento. Há que definir os conceitos a serem transmitidos, não na perspetiva de quem vai lecionar a masterclass, mas tendo em conta os soft skills que hoje em dia são prioritários para marcas e empresas. Com estes soft skills em mente, selecionam-se temas e profissionais para desenvolver os mesmos. Estamos na fase do esboço do evento, um momento de co-criação com celebridades e especialistas em que se definem conteúdos, o tom do evento e os touch points com a audiência. Em função do público-alvo e dos objetivos a empresa, um destes esboços será posteriormente selecionado e personalizado. Por último, testam-se formatos e conteúdos, por que como em tudo, a primeira impressão é a que vai ser decisiva e a última coisa que marcas e empresas necessitam nesta altura são iniciativas que não se diferenciem pela positiva.
  2. Estrutura. Dar uma masterclass em formato digital ou hibrido, implica como para qualquer evento, recursos humanos e técnicos dedicados. A escolha de uma boa plataforma de streaming é imprescindível, uma vez que a mesma condiciona a qualidade da transmissão e da interação pretendida. Mas não só. Estamos a falar num evento ao vivo, com captação de imagens, cenografia própria e interação em live, para o qual é necessário ter os recursos técnicos e humanos adequados. Para assegurar a qualidade e dinâmica do evento e as boas condições de transmissão, é importante escolher os parceiros certos, preferencialmente com experiência em produção e em organização de eventos.
  3. Equipa. Por fim, o ADN que mantem a estrutura deste esqueleto é o da equipa responsável pela sua conceção e execução. A que vai transformar o que é na sua base uma ação de formação e informação numa experiência imersiva, verdadeiramente participativa e que cumpra os seus objetivos. Onde o pré e pós evento já faz parte da magia e cada detalhe conta.

A este esqueleto que deve sustentar o corpo daquilo que é uma experiência de partilha, imersão e desenvolvimento pessoal, juntamos então os valores e objetivos da marca ou da empresa que a contrata e as especificidades do público-alvo a que se dirige. Esta é a fase da co-criação e da personalização do modelo da masterclass à medida das suas necessidades e restrições.

É aqui que se faz a diferença entre um comum evento digital e aquilo que vai ser um elemento agregador e diferenciador no marketing mix da sua estratégia de ativação de clientes, parceiros ou colaboradores. Pois qualquer experiência digital (ou hibrida) só pode aspirar ao estatuto de masterclass se cumprir a sua missão primeira: agregar e reforçar os laços entre e com o publico a que se dirige.

« Uma masterclass deve sempre ser um processo de co-criação entre que os organizadores da mesma e a empresa ou marca que a contrata. »

E justamente, estamos aqui para o ajudar a desenvolver e dar vida a esta ferramenta de marketing mix. Somos early adopters. Trazemos valências e experiência de ativação de marca do universo real para o universo digital. E é com uma visão omnichannel, que atuamos para amplificar a presença da sua marca, no universo digital, e mais além… Descubra o menu de masterclasses já pré-formatadas que podemos adaptar aos seus objetivos e necessidades. Fale connosco: marketshow@marketshow.pt

 

#masterclass #teambuilding #employerbranding #digitalevents #marketing #digitalmarketing #socialmediamarketing #contentmarketing #happybrands #changeyourmindset #happypeople #happytalents #marketshow #wemakeithappy

Subscreva aqui a nossa newsletter semanal ou receba a versão áudio, enviando SUBSCREVER, por WhatsApp: (+351) 911 105 495

How interesting was this post?

Click on a smiley to rate it!

Average rating 4.3 / 5. Vote count: 6

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not interesting for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?