O TikTok é hoje em dia, uma das redes sociais mais populares, (ou pelo menos, que mais tem dado que falar) desde que foi criada em 2017. Foi uma rede que conheceu um crescimento rápido e inicialmente muito utilizada por faixas etárias mais jovens, pela sua capacidade de entretenimento. A partilha de vídeos curtos que rapidamente se tornaram virais e extravasaram para outras plataformas de comunicação, vieram tornar o TikTok a “rede tendência”.

Hoje, não só conta com pessoas que procuram um momento de descontração, como também com marcas que vieram em busca de novas audiências e novas oportunidades de comunicação. O certo é que o TikTok fez do seu poder viral, um novo palco para muitos. Mas, será que sabe como o aproveitar?

A rede social que tem dado que falar

O TikTok tem desfreado a crónica estes últimos meses pela piores e melhores razões. A app foi objeto de inúmeras disputas entre a China, país fundador, e os Estados Unidos de Trump. Foi banida na Índia e no Paquistão por incentivar a condutas menos próprias. E na Europa, grupos de proteção dos direitos dos consumidores, decidiram levar a app a tribunal, por não respeitar os direitos à imagem e à privacidade das crianças.

No entanto, o facto é que a ByteDance, a empresa mãe, foi valorizada em 140 bilhões de dólares, o que faz dela a startup mais valorizada do mundo, à frente de Didi Chuxing, Stripe et Space X (fonte The Global Unicorn Club) . E a verdade é que o TikTok movimentaria anualmente um volume de negócio na ordem dos 250 milhões de dólares, e que não há sinais que esta tendência se inverta, muito pelo contrário.

O TikTok está no Top 5 das app mais top of mind do mundo. Em 2020, foi a rede social mais descarregada mundialmente, com 130 biliões de downloads. Os seus utilizadores passam em média 52 minutos por dia na app. E o tempo médio passado por utilizador e por mês no TikTok (21h,+ 325% vs 2019), já ultrapassa o tempo passado no Facebook (17h por mês – Fonte Bloomberg).

Mas o que faz a atratividade desta app?

O que é o TikTok?

Para muitos, uma plataforma de entretenimento e até de diversão. Para outros, um novo formato de negócio digital. Para marcas e empresas, é certamente a rede social que está a dar que falar, famosa pelo seu engagement, pelo seu poder de viral e pelo seu potencial em termos de funil de vendas.

O TikTok é uma plataforma de partilha de vídeos curtos, com a duração máxima de 60 segundos. Um espaço onde a criatividade não tem limites, e cada vídeo pode ser diferente e único. Inclui várias ferramentas inovadoras e pertinentes para criadores de conteúdo. As ferramentas disponíveis permitem adicionar filtros, legendas, sons, GIF’s, ajustar a duração do mesmo e explorar a vertente fora da caixa de cada um. O TikTok permite também a interação entre utilizadores. Podemos seguir contas ou ser seguidos. Gostar de vídeos, comentar e partilhar. E até lançar desafios a outros utilizadores.

O crescimento da rede social levou algumas marcas a criarem o seu próprio ambiente neste espaço e a comunicarem de forma direta e descontraída com o seu público.

« Um espaço onde a criatividade não tem limites, e cada vídeo pode ser diferente e único. »

O que as marcas precisam de saber

O TikTok está a atrair cada vez mais atenção por parte de marcas e empresas que procuram alargar as suas audiências e novas formas de ativar o seu público. Mas como tirar partido deste potencial de interação único e próprio do TikTok, de forma impactante e pertinente?

A estrutura desta plataforma teve uma onda de crescimento durante a atual pandemia. Tornou-se um canal de comunicação mais abrangente em termos de audiência. O TikTok conta com 100 milhões de utilizadores na Europa, e em Portugal, com cerca de 1,8 milhões (fonte Exame Informática). Apesar de ser muitas vezes ligado a audiências mais jovens, a verdade é que a rede transcende a questão da idade, com 67% dos utilizadores com mais de 25 anos e 35% até com mais de 35 (fonte Kantar).

Mais do que uma questão de idade, o TikTok é uma questão de mentalidade. O objetivo é criar e apreciar partilhas qualquer que seja o seu conteúdo. O que abre espaço para uma grande liberdade de expressão, com a dança e a música como ingredientes principais. Sem barreiras culturais nem de língua, portanto. E sem filtros nem juízos de valores.

O TikTok tornou-se portanto a rede de eleição da chamada geração T e é uma rede onde predomina sobretudo o sentido de comunidade. Aliás, a própria rede define-se como um espaço comunitário, próprio à criação de sub-culturas. Em que a norma é a co-criação, e a regra a partilha de momentos que não se inibem de se assumir como transgeracionais

E justamente a principal vantagem do TikTok, para as marcas, é o seu poder de viralização, potenciado pela energia e sentimento de pertença da sua comunidade de utilizadores. É famoso pelos seus hashtag challenges que lhe asseguram níveis de engagement astronómicos. O #DealdropDance da Wallmart , por exemplo, atingiu mais de 80 milhões de visitantes únicos, batendo records de visualização de outras redes e nomeadamente dos famosos anúncios da final da Super Bowl (veja aqui o vídeo de lançamento da campanha que acabou se estender para além do próprio TikTok). E o nível de engagement desta rede é de facto impressionante. A percentagem de utilizadores frequentes que abrem a aplicação várias vezes por mês é superior a 73% e os níveis de engagement nas contas dos grandes influenciadores ultrapassa os 22%.

Mas não só de entretenimento se alimenta o TikTok. 48% dos utilizadores afirmam procurar aqui marcas e coisas novas (fonte TikTok for business)

E portanto, inúmeras marcas já aqui estão presentes: a Coca Cola, a Worten, a Mango, a Stradivarius, a RayBan, o LIDL, a Licor Beirão … Aliás, em homenagem à ousadia das marcas portuguesas, veja aqui o vídeo realizado para a Licor Beirão, pelo Rui Carlota, o português com mais seguidores no TikTok (4,2 milhões).

« É o espaço de eleição para a chamada geração T e uma rede com um grande sentido de comunidade. »

E agora ? Como enquadrar o TiKTok na sua estratégia digital

O TikTok permite uma gestão de campanhas personalizadas, conteúdos exclusivos e de impacto imediato. E é aqui que se pode tornar único e diferenciável. Mas não é para todos, pois a verdade é que exige um mindset diferente, implica sair dos normais padrões de comunicação da marca e fundir-se com a forma de estar e partilhar muito particular desta rede.

Sim, é uma plataforma poderosa. Mas é preciso entender a mesma e falar a mesma linguagem, sem filtros e sem preconceitos. O TikTok é um mindset. Ou se está preparado para agir em conformidade com o mesmo, ou mais vale ficar-se por outras bandas.

Por outro lado, não se esqueça que marcar presença numa rede social, implica commitment, implica tempo, paciência e recursos. Também no digital há que ter foco, uma estratégia bem definida e objetivos claros. O nosso conselho: não se disperse, mas mantenha, contudo, alguma margem para a experimentação.

« O TikTok é um mindset, Ou se está preparado para agir em conformidade com o mesmo, ou mais vale ficar-se por outras bandas. »

E justamente, é o nosso papel enquanto que agência explorar por si as ferramentas de social networking de amanhã e ponderar ao seu lado a melhor estratégia para a sua marca ou empresa. Somos early adopters. Trazemos valências e experiência de ativação do universo real para o universo virtual. E é com uma visão omnichannel que atuamos para amplificar a presença da sua marca, no digital, e mais além… Descubra como o podemos ajudar. Fale connosco: marketshow@marketshow.pt

 

#tiktok #digitalmarketing #marketingtrends #brandactivation #contentmarketing #socialmedia #happybrands #marketing #happypeople #happytalents #marketshow #wemakeithappy

Subscreva aqui a nossa newsletter semanal ou receba a versão áudio, enviando SUBSCREVER, por WhatsApp: (+351) 911 105 495

 

How interesting was this post?

Click on a smiley to rate it!

Average rating 4.8 / 5. Vote count: 4

No votes so far! Be the first to rate this post.

We are sorry that this post was not interesting for you!

Let us improve this post!

Tell us how we can improve this post?